• Post category:blog / Notícias

No dia 22 de outubro foi realizado o webinar “Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro apresenta seus projetos”, transmitido pelo Youtube. O evento foi iniciativa da Associação do Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro (CTN-RJ) e da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), com o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN).

O evento contou com a abertura e palavras de encerramento do Dr. Carlos Erane – Vice-Presidente da Firjan e Presidente do Conselho de Administração do Cluster Tecnológico Naval do RJ, e exposições do Vice-Almirante Edésio Teixeira Lima Junior (Diretor-Presidente da Emgepron), Almirante de Esquadra Marcelo Francisco Campos (Diretor Geral de Navegação), CMG Roberto Moura (Gerente do Programa de Fragatas Classe Tamandaré), CMG Archimedes Delgado (Gerente do Programa do Navio de Apoio antártico) e Fernando Queiroz (Diretor-Presidente da SPE Águas Azuis).

O Vice-almirante Edésio apresentou a importância do setor naval e da Economia do Mar, abrangendo a formação do Cluster dentro desse contexto de modelo econômico de desenvolvimento, a partir de uma iniciativa das empresas Emgepron, Amazul, Nuclep e Condor. Em seguida, o Almirante de Esquadra Campos explicou o conceito do e-navigation como “navegação aprimorada”, e sua implementação no Brasil envolvendo diferentes atores, como ilustrado pelo vídeo abaixo.

Em relação ao programa de Fragatas Classe Tamandaré, o CMG Roberto Moura destacou a participação da indústria nacional na transferência de tecnologia no projeto por meio do sistema de gerenciamento de combate e de plataforma, desenvolvidos pela Atech, e apontou as oportunidades para as empresas brasileiras no tocante à catalogação, instituída pelo contrato do projeto, e perspectivas de fornecimento. Já em relação ao Programa do Navio de Apoio antártico, o CMG Delgado mostrou as expectativas para o projeto, que teve sua RFP divulgada em maio de 2020, e destacou que o processo de escolha da melhor oferta é de responsabilidade da Diretoria de Gestão de Programas da Marinha, mas a negociação do contrato e construção do navio é da Emgepron.

Por último, o Diretor-Presidente Fernando Queiroz falou da Sociedade de Propósito Específico Águas Azuis e enfatizou a importância do envolvimento de empresas brasileiras no fornecimento do projeto e do próprio estaleiro adquirido pela Thyssenkrupp para a construção das fragatas, localizado em Itajaí/SC.

O webinar teve 645 inscritos, a visualização simultânea de 232 pessoas e 525 acessos. Para os interessados, é possível assistir o vídeo no link: https://youtu.be/pib2yE1IcxM. Todas as apresentações podem ser acessadas abaixo.